Um

segunda-feira, 22 de março de 2010 - Postado por Luiza Drumond às 18:20

Vou pensar que o amor é pela metade.
Vemos com um olho só, o outro é cego pela opinião já formada dos outros.
Tenho uma perna só, a outra caminha em par com outra.
Um ouvido só, o outro surdo pelo o que não quer ouvir.
Uma mão só, a outra dada com a outra.
Um braço só, o outro abraçado com o outro.
Meio coração.
Outro meio coração,
Um só.
Um nós.

Reações: