Circuito fechado

terça-feira, 9 de março de 2010 - Postado por Luiza Drumond às 10:47

Oi. Com canela, por favor. Que horas? Tá errado apaga! Não deve, pra quê? Filho? Olha, escuta, não fiz por querer. Esquece, é pra sexta. Que desespero. Ai! Cortei meu dedo. E agora? Molhou? Faz outro.
Não, não tenho culpa. Foi a Jurema! Bom dia. Olá senhor, fica com o troco, não! Dá-me aqui! Pronto, agora cola, não, não coma! Ih, não chora. Não encosta, tinta fresca. Sai tá calor, não, não tá frio, vem cá. Deixa pra lá. ANDA! LEVANTA! Escreve. Boa tarde senhora, já volto. Não, volta aqui, ainda não terminou. Ih, não implica. Bem quente, por favor. Olha o gato preto ali gente! Para! Dá azar. Liga pra mim mais tarde, não, manda um e-mail, mais barato. Quero dormir. Não, marco depois. Ok, às 14 horas.
Ei, boa noite, meu amor. Quê? Vai aonde? O Eurico tá chorando? Não vai, fica aqui. Vou pro banho. Pronto, toma a mamadeira. Agora, sério, acabou. E a flor? Cresceu? O GATO COMEU? Ai Jesus, que frio, quero chocolate quente. Não, boa noite, dorme bem.
Reações: