Pequenutes

sábado, 5 de dezembro de 2009 - Postado por Luiza Drumond às 20:05
É pequenina aquela doce menina,
Sonha em ser bailarina, mas o tempo lhe toma todo o tempo.
Nem sempre expressa àquilo que sente,
Quase nunca teve alguém que a ajudasse a se cuidar.
Mas o destino foi seguindo o seu rumo,
E me trouxe até aqui.
Para cuidar de ti, pequenina,
Para te fazer sorrir.
Agora me prometa uma coisa,
Diga que nunca me abandonará,
Sem o seu amor eu sou nada,
Fico solta pelas ruas, em plena madrugada.
Você, pequenina,
É a irmã que eu não tive,
Mas daqui por diante vou ter,
Ajudando e cuidando a cada dia,
Como poderei te esquecer?
Seja noite, seja dia,
Você será minha estrela guia.
Meu orgulho, minha Ute,
Entenda que estou aqui para eternas primaveras,
Sem pressa para chegar ou ir.
Me faça sorrir.

(Sté;)
Reações: