Dor dos outros

segunda-feira, 2 de novembro de 2009 - Postado por Luiza Drumond às 10:28

Minhas palavras estão escondidas no silêncio do seu tormento.
Dêem-me elas para escrevê-las e aliviar seu tormento.
Estampe um sorriso largo nesse seu rosto delicado.
Sinta a luz do sol tocar na sua alma, desenhe no seu caderno o seu velho.
Sinta o cheiro das flores e arranque uma pétala, a guarde e dê para alguém que sofra do mesmo que você sofre.
Depois pegue ela de novo, rasgue e jogue fora esse sofrimento que eu sei que é seu tormento.
Alivie a dor de sua amada, dê seu anel para ela e pegue de volta as suas palavras.
Reações: