06/06/09 - 02h47min

sexta-feira, 7 de agosto de 2009 - Postado por Luiza Drumond às 12:42
Hoje quando me levantei, pequei uma pequena lata.
Nesta lata contia cartas, cartões e lembras.
De uma vida vivida e amizades esquecidas.

Carta ( Por Isadora)

"I don't believe then anybody feels the way I do about you now, (...) there is a many things that I like to say to you, but I don't know how, and I say maybeeee, you gonna be the one that saves me, and after all, you're my wonderwall, and I say maybe, you gonna be the one that save me, and after all, you're MY WONDERWALL."

“Não pensa que eu fui por não te amar. E cuida do teu pra que ninguém te jogue no chão, não deixa ninguém te machucar.”

Reações: